Em outro artigo deste site vimos a forma de criar um website. Vamos agora analisar os, também, sete elementos para criar uma forma bem específica de site: um e-commerce. Em teoria, os elementos seriam os mesmos – e na verdade todas as ideias de conceito analisadas em nosso outro artigo são válidas aqui também. Mas um site de comércio eletrônico é completamente diferente. Isso porque você quer levar o usuário a dar aquele passo decisivo, que é também o mais difícil em termos de compromisso com você, sua marca ou seu produto ou serviço: o pagamento.

Estratégia

Tudo começa aqui. Você precisa saber qual é seu target, onde é que ele está, como vai chegar a ele e trazê-lo até você, etc. A estratégia não vai influenciar apenas a questão do desenvolvimento do website, mas todo seu negócio online.

Plataforma

Escolha uma plataforma flexível e que não sofra demasiado com atualizações. Será o WordPress uma boa escolha?

Design

Esse passo é comum ao desenvolvimento de um site comum e de um site de e-commerce. Quase poderíamos incluir aqui a questão do conteúdo; um site de e-commerce não pode ter linguagem confusa, tem que ser bem simples e direta.

Preços

Está relacionado com a estratégia. O “pricing” é sempre um elemento fundamental, tanto no varejo online quanto no físico.

Checkout

Esse é o passo central. Seu cliente já fez o caminho todo, já viu sua oferta, está pronto a pagar. Mas é aqui que tudo pode falhar. Teste sem parar até ficar perfeito.

Marketing

Seu site já está no ar? Claro que sim. Por essa altura você já tem a estratégia de marketing e está a implementar. Continue. Se não tem um marketing claro e objetivo, não vai chegar lá.

Dados

No longo prazo, os dados de seus clientes e potenciais clientes serão essenciais para você tirar partido de seu e-commerce.