Trinta anos depois do nascimento da internet, continuamos encontrando exemplos de mau web design, de sites que não satisfazem, não cativam e não cumprem seu propósito. Alguns sites ainda vêm imitando os conceitos mais antigos, procurando colocar o máximo possível de informação na home page. Outros capricham no aspeto estético e visual, mas não criam um interface que o usuário consiga entender de forma intuitiva. Confira em seguida alguns exemplos realmente bons de web design.

Amanda Martocchio Architecture

É difícil encontrar sites com uma landing page mais convidativa que esse aí. Tudo é simples e gracioso, super baseado na imagem do trabalho desse escritório de arquitetura – pois, para o arquiteto, a imagem é o centro de tudo. Em dois cliques o usuário percebe que pode ver vários ângulos de cada casa, passar para a casa seguinte, e encontrar um discreto botão com mais info sobre cada casa. No canto, um menu discreto e eficiente com os contactos. Uma joia de site.

JOHO’s Bean

Eis um tema que diz tanto aos brasileiros: o café. Quer acompanhar a viagem do café, desde a planta até sua xícara? Confira a forma entusiasmante e dinâmica como esse site consegue fazer isso, de um jeito tanto visual como sonoro.

Beagle

Se você está montando uma empresa pela primeira vez e em uma área de negócio pouco conhecida do mercado, tome atenção nesse exemplo. A Beagle consegue, como nenhuma outra, explicar sua atividade aos potenciais clientes e parceiros, levando o usuário consigo nessa viagem.

Citrix

A empresa de fornecimento de software na nuvem criou um site ultra impressionante para mostrar como apoia o esforço da Red Bull, “sua” equipe de Fórmula 1 (os taurinos têm patrocínio da empresa).

Feed

Esse site simplesmente nos desafia a pensar de novo sobre o que é possível realizar com um web site. Se você procura um web design que leve sua mente criadora para “fora da caixa”, é esse.