O “online gaming” é uma experiência digital como qualquer outra. Na verdade, jogar um videojogo está mais dependente da UX (User eXperience) do que a navegação em sites comuns, porque o jogador precisa de pensar rápido e tomar muitas decisões em um curto espaço de tempo. Duvida? Experimente jogar qualquer videogame! Se for um jogo de lutas, esporte ou corridas, as decisões serão bem rápidas; se for um jogo de estratégia, pode demorar um pouco mais, mas não se pode perder na quantidade de informação que tem de gerenciar! É isso mesmo: desenvolver jogos de computador é um grande desafio para os designers, pois a UX é um elemento chave.

Confira em seguida três grandes exemplos de design de videojogos.

Overwatch

O título da Blizzard, que ficou meio famoso por causa das “loot boxes”, é excelente no quesito de ensinar algo ao jogador sem parecer que está ensinado. Suas mensagens ensinando como enfrentar um determinado personagem aparecem logo depois de se ser derrotado por ele. O timing é perfeito, pois esse é o momento em que o jogador está pensando “o que foi que eu fiz de errado?” e está mais disponível para absorver a resposta a essa questão. Ela será útil mais tarde, se ele for capaz de aprender.

Deadspace

Poucos jogos são tão imersivos quantos esse. Quando você faz uma pausa para abrir um menu de informação, o jogo não para; a ficção simplesmente sugere que você está vendo um holograma com toda a informação necessária e o jogo continua.

Firewatch

Um design minimalista continua sendo uma grande ferramenta, para não complicar demasiado. Em Firewatch, o jogo lhe dá o mínimo necessário, em cada momento, para interagir e avançar. Tudo parece tão fácil e natural como se estivéssemos agindo na vida real, em um ambiente físico. Poucos conseguem esse efeito de verdadeira simulação.